O Banco colocou no caixa da Cassi R$ 324 milhões na forma de adiantamento ( em três parcelas) o que vai impactar positivamente as reservas legais, evitando possível intervenção da ANS. Em contrapartida Diretoria e Conselho aprovaram um grupo de ações de curto e longo prazo com a finalidade de acelerar o processo de reequilíbrio da Cassi no pressuposto de que a partir de junho serão implementadas ações estruturantes buscando diminuir as despesas e aumentar as receitas.  Foi muito enfatizado na reunião que esse conjuntos de ações tem como base o Memorando de Entendimentos.