acao
ico-1

RELACIONAMENTO COM OS PARTICIPANTES

  • Discutir uma melhor conceituação sobre necessidade de sigilo visando ampliar as informações, aos participantes, que não tragam prejuízos às operações da Entidade.

  • Estudar a adoção de mecanismos que permitam a prestação de contas dos representantes aos representados.

  • Criar novos canais de comunicação entre os participantes e os eleitos que permitam a interlocução;

  • Conscientizar os participantes sobre os fundamentos dos planos de benefícios de modo que possam melhor identificar seus direitos e deveres.

ico-2

GESTÃO

  • Adotar intransigentemente os princípios da ética e da transparência.

  • CONSELHOS DE PARTICIPADAS – Transparência e critérios que assegurem experiência e qualificação na seleção dos conselheiros das empresas.

  • CONSELHO FISCAL INDEPENDENTE – Defender eleição isolada para o Conselho Fiscal para garantir a independência dos conselheiros.

ico-4

FIRMEZA E INDEPENDÊNCIA DIANTE DO PATROCINADOR

  • TETO DOS EXECUTIVOS – Propor alteração da forma de cálculo do benefício dos executivos e respectivas contribuições de modo a não onerar os demais participantes.

  • TAXAS DE ADMINISTRAÇÃO – Buscar a compatibilização das taxas pagas ao BB para a administração das aplicações e pelos serviços prestados com as praticadas pelo mercado, mediante negociação.

ico-3

MELHORIAS PARA O PLANO 1

  • PRESERVAÇÃO DO SALÁRIO DE PARTICIPAÇÃO: Propor a adoção da melhor média para os participantes a fim de evitar perdas.

  • SUPERÁVIT E DÉFICIT: Empregar critérios técnicos, através do Plano de Custeio, para utilização de superávits e cobertura de déficits, de modo a erradicar mudanças bruscas que causam impactos nocivos aos participantes.

  • INTEGRALIZAÇÃO DOS RECURSOS GARANTIDORES ATÉ O 360º MÊS E ISENÇÃO DE CONTRIBUIÇÕES A PARTIR DO 361º – Adotar os critérios doutrinários que regem os planos de Benefício Definido na elaboração do Plano de Custeio, de modo que os recursos garantidores estejam integralizados quando o participante completar 360 contribuições mensais e que a partir daí não incidam contribuições.

  • Estudar a viabilidade de melhorar o nível do benefício de complementação de pensão.

ico-5

MELHORIAS PARA O PREVI FUTURO

  • Aprimorar as informações sobre os perfis de investimento visando a plena conscientização sobre segurança e rentabilidade das opções.

  • Prestar aos participantes informes mais esclarecedores sobre as rentabilidades alcançadas em cada uma das opções frente à realidade do mercado.

  • Gestão focada em controles com o objetivo de mitigar os riscos de perdas operacionais em investimentos. Além da gestão de risco, a nossa proposta está direcionada a eficiência operacional com o objetivo de reduzir gastos administrativos e despesas com pessoal. Com essas ações e com o volume de arrecadação já alcançado pelo plano Previ futuro temos certeza que é totalmente viável uma proposta ao Conselho Deliberativo de redução da taxa de carregamento para 3,5% da contribuição total (parte do participante + parte do patrocinador). Hoje essa taxa está em 4% entre as mais altas do mercado.

ico-6

DIRETORIA DE SEGURIDADE

  • Assegurar que todos os estudos realizados pela Diretoria de Seguridade na esfera de sua competência sejam rigorosamente subordinados aos princípios que regem o funcionamento dos planos de previdência complementar e apontem a opção mais adequada.

  • Garantir tratamento isonômico a todos os participantes em atividade e em gozo de benefícios, de modo a impedir que eventual melhoria de benefício seja negada a parcelas de participantes que contribuíram para a geração dos recursos que a custearam, como já ocorreu no Plano 1.

  • Conscientizar os participantes de que o nível de seus benefícios está diretamente vinculado ao nível salarial alcançado junto ao Patrocinador e, consequentemente, ao nível de contribuições vertidas ao plano para assegurar o seu pagamento.

  • Respeitar rigorosamente aspectos técnicos na revisão anual do Plano de Custeio de modo que eventuais déficits ou superávits verificados no plano sejam ajustados em prazo adequado, sem causar impactos bruscos que trazem consequências nocivas aos participantes.

acao